Alunos de escola pública organizam e participam do 1º HackaViva em Cariacica

Nesta quinta-feira (29) foi aconteceu o 1º HackaViva, evento realizado na Escola Viva Maria Penedo, em Cariacica. Na ocasião, os alunos desenvolveram ideias para resolver problemas de depredação, bullying e atrasos que ocorrem na instituição de ensino.

O formato do evento foi de fato um Hackathon, maratona de especialistas em tecnologia que desenvolvem soluções de maneira inteligente. De acordo com um dos mentores do HackaViva Lucas Aragão, a ideia do evento e a organização partiram dos próprios estudantes.

“O evento foi um sucesso. A ideia surgiu após alguns deles participarem do HackaVix. Conversamos com a diretora da escola, Kátia Regina, que apoiou a ideia e gerenciou tudo. Juntamente com o André Taveira, Glicia Balestrassi e Raíssa Giorizzatto, tivemos um papel de facilitadores e mentores do evento”, explica.

Lucas revela que os alunos se empoderaram no evento. “Os problemas a serem solucionados foram coletados pelos próprios alunos com entrevistas na escola. Durante o dia, eles passaram pelo processo de design thinking. Cada um escolheu um desafio e construiu um protótipo para resolver os três problemas. No final, jurados decidiram qual foi a melhor ideia para que pudesse ser executada”, revela.

“Foi a primeira edição desse tipo de evento em uma escola pública. Um Hackathon tem de ser rápido, com cada um fazendo uma solução diferente para os problemas. Eles realizam pesquisas e usam muita criatividade. A ideia é criar um espaço mágico para que eles coloquem ideias inovadoras em prática. Os alunos ficaram muito animados e fizeram acontecer”, finaliza.

Facebook
WhatsApp
Google+
Twitter
LinkedIn