Startups formam força tarefa para ajudar no resgate de vítimas em Brumadinho (MG)

Diversas startups do Espírito Santo e do Brasil estão participando de uma força tarefa criada para auxiliar no resgate de vítimas da tragédia em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Na sexta-feira (25), uma barragem de rejeitos se rompeu e atingiu a região.

Uma planilha foi criada para cadastro de empresas que estejam preparadas para ajudar. Participam da força tarefa especialistas em redes neurais, em modelagem de dados para verificar temperatura em imagens de drones, em Analytics e em Python, R, asterisk, por exemplo. Clique aqui para acessar a planilha de cadastro.

Tragédia

No início da tarde de sexta-feira, uma barragem de rejeitos da mineradora Vale em Brumadinho (MG) se rompeu.

De acordo com boletim divulgado na tarde deste sábado (26) pela Defesa Civil em conjunto com Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, foram ao todo 345 desaparecidos após o rompimento. Deste total, 46 foram resgatados e levados para unidades de saúde e 9 foram retirados dos rejeitos sem vida. Permanecem desaparecidas 299 pessoas.

Novos riscos

As buscas e as evacuações de áreas de risco chegaram a ser suspensas pela Defesa Civil após risco de um novo rompimento em uma barragem de água. Segundo informações do jornal Estado de S.Paulo, novas equipes são esperadas para trabalhar na contenção. Um grupamento do exército de Juiz de Fora também é aguardado e deve assumir a tarefa de retirada dos corpos por decisão do governo. Na região, fala-se em até 500 mortos.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn